quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Sugestão de leitura

R. Gosciny; A. Urdezo
Edições Asa
O druida da aldeia partiu a sua foice de ouro e precisa de outra, mas as melhores só se encontram em Lutécia. Astérix e Obélix partem para Lutécia à procura de uma foice de ouro.

Acho que os meus amigos iriam gostar de ler este livro, porque é muito engraçado e fácil de ler. Gostei muito.
João Vieira, 6º K

6 comentários:

Adélia Pedro disse...

Que boa sugestão, João! Eu também gosto muito dos livros de BD da dupla de simpáticos gauleses... Li muitos, principalmente quando os meus filhos eram mais novos - liam eles e lia eu!...
A propósito de gauleses, como eu sei que o João é um aluno muito interessado, não resisto a contar-lhe uma curiosidade... A leitura de números (em francês) apresenta umas situações muito estranhas que parece terem tido origem na época dos gauleses (afinal parece que não eram só os romanos que eram loucos!). Em francês 10 diz-se dix, 20 é vingt, 30 é trente, 40 é quarante, 50 é cinquante, 60 é soixante e... agora é que começam as maluquices! - 70 é soixante-dix (sessenta-dez, isto é, 60+10), 80 é quatre-vingt (quatro-vinte, isto é, 4x20) e 90 é quatre-vingt-dix (quatro-vinte-dez, isto é, 4x20+10). Este último numeral é mesmo o mais estranho pois mistura a multiplicação com a adição! Mas na Suiça e na Bélgica diz septante, huitante e nonante - bem mais simples, não é? Enfim, eu acho mesmo é que os gauleses eram apaixonados pela Matemática...
A finalizar, os meus mais sinceros parabéns à Srª Profª Júlia (e, claro, a toda a sua equipa) pelo excelente blog que aqui tem! Prometo voltar mais vezes!

Ana Freixo disse...

Acho o teu livro interessante eu também já o li.
Parabéns a todos pelo blog!

becre disse...

Sr.ª Professora Adélia Pedro, como é compensador observar uma Professora de Matemática a interessar-se por boas leituras...

Em nome dos alunos e de toda a equipa da BeCre, o nosso obrigado pelo incentivo.

Como diria o poeta:

«Pelo sonho é que vamos,
comovidos e mudos.
Chegamos? não chegamos?
Haja ou não haja frutos,
pelo sonho é que vamos.»

Sebastião da Gama

becre disse...

Ana Freixo, apreciamos muito as tuas visitas e os comentários simpáticos que nos deixas.

Agradecemos, em nome da equipa da BeCre e dos teus colegas, o apoio que demonstras e o interesse que dedicas a este espaço.

Volta sempre.

Nádia Fernandes disse...

Jõao Vieira,acho o teu livro intersante, com o teu insentivo
acabei por o ler e achei muito giro e engraçado.
Parabéns
Beijos a todos

DuDa disse...

Pimenta, esse livro é espectacularmente espectacular

boa escolha

your friend: DuDa